AÇÕES VOLTADAS A TOXICOVIGILÂNCIA DOS AGROTÓXICOS VISAM MONITORAR SAÚDE DOS TRABALHADORES RURAIS

A Secretaria Municipal de Iacanga, através da Coordenadoria de Vigilância Sanitária e Equipe de Estratégia de Saúde da Familia III, e em parceria com a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, estará realizando nesse mês de junho ações voltadas a toxicovigilância dos agrotóxicos, através do projeto “Males e agravos à saúde causados pelo agrotóxico”.

“A campanha tem como objetivo alertar os produtores rurais para a importância da realização do exame e uso correto dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) na prevenção de agravos à saúde”, explica a Coordenadora da Vigilância Sanitária, Simone Gil.

A ação será realizada nas propriedades rurais que trabalham com estufas e também com plantações de laranja, onde se realiza bastante a aplicação de agrotóxicos. Agentes de saúde prestarão serviços de orientações técnicas sobre o manuseio dos agrotóxicos, armazenamento e destino das embalagens vazias, utilização de EPIs e conservação.

Os produtores rurais poderão realizar exames para identificar a exposição aos produtos químicos. “O exame investiga a presença de organofosforados no sangue, substância presente em agrotóxicos que altera a quantidade da enzina colinesterase”, explica Gil.

O risco de uma intoxicação em maior grau é a morte. Mas a exposição em pequenas quantidades e de forma prolongada pode desencadear desde doenças crônicas, como neurológicas e endocrinológicas, até o câncer.

você pode gostar também Mais do autor