PREFEITURA INICIARÁ EM MAIO UM PROJETO DE LIMPEZA PARA EVITAR PROLIFERAÇÃO DO MOSQUITO DA DENGUE

Numa ação para conter a proliferação do Aedes Aegypti, evitando dessa forma a dengue, zika, febre amarela e Chikungunya – doenças que são transmitidas pelo mosquito -, a Prefeitura do Município de Interesse Turístico de Iacanga, através de uma parceria entre as Secretarias de Agricultura e Meio Ambiente e de Saúde, realizará a partir do mês de maio o projeto “Iacanga mais Limpa – Responsabilidade de todos!”.

Este trabalho tem a finalidade de remover volumes acumulados nas casas e terrenos baldios, além da remoção de galhos. Com isso, evitar o descarte de materiais e resíduos em locais inadequados, para a não proliferação de doenças e animais peçonhentos.

“Não estamos deixando de lado o foco na pandemia do coronavírus, mas em paralelo temos que nos preocupar com as doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti. Por esse motivo implantaremos a partir de maio esse importante projeto de limpeza, de descarte de objetos inservíveis que acumulam água, evitando dessa forma a dengue e outras doenças transmitidas por esse mosquito”, frisa o prefeito Ismael Edson Boiani.

Uma vez por mês o mutirão da limpeza passará pelo seu bairro. Veja o calendário abaixo.

1ª SEMANA:

– Centro

– Vale das Águas

– Jd. Brasil 1 e 2

– Jd. Alvorada

– Jd. Cruzeiro

– Balneário Recreativo

2ª SEMANA:

– Jd. Boa Vista

– Jd. Vitória

– Paraíso 1 e 2

– Jd. das Flores

– Vale Águas Claras

– Distrito Industrial

3ª SEMANA:

– Estância Iacanga

– Nova Brasília

– São Judas Tadeu 1 e 2

– Pq. Primavera 1 e 2

– Jd. Caracol

– Jd. Progresso

– Vila Nova Iacanga

4ª SEMANA:

– Praia dos Sonhos

– Jd. Enseada

– Portal do Sol

– Recanto dos Tucunarés

“Os resíduos devem ser colocados até quarta-feira de cada semana. Após esse dia, correrá o risco de não ser coletado”, explica a Coordenadora de Meio Ambiente, Tamiris Verjião.

NÃO SERÃO RECOLHIDOS:

– entulhos (devem ser descartados nas caçambas);

– recicláveis (caminhão de coleta seletiva);

– lixo doméstico.

você pode gostar também Mais do autor