COMÉRCIOS NÃO ESSENCIAIS TERÃO QUE “FECHAR AS PORTAS”. FISCALIZAÇÃO COMEÇA A PARTIR DE HOJE (24)

Acatando o Decreto nº 64.881, do governo estadual, publicado no dia 22 de março, que prevê diversas medidas emergenciais a partir desta terça-feira (24) para conter a pandemia do Coronavírus (Covid-19), a Prefeitura do Município de Interesse Turístico de Iacanga está realizando uma operação de fiscalização e orientação nos comércios da cidade, que terão que suspender suas atividades até 7 de abril, ou seja, fechar as portas, exceto aqueles do ramo de saúde, alimentação e abastecimento (classificados como serviços essenciais).

A equipe municipal tem o apoio da Polícia Militar que, segundo o documento do governo, poderá multar os estabelecimentos que não seguirem a determinação.

O objetivo da medida é que não haja aglomerações. Devido a esse motivo, não poderão consumir, por exemplo, um salgado dentro de uma padaria. O cidadão terá que levar para casa para ser consumido. Será permitido somente que adquiram o produto e vá direto para a reclusão social.

PODERÃO CONTINUAR FUNCIONANDO NA QUARENTENA:
– Hospitais, clínicas, farmácias e clínicas odontológicas;
– Transporte público;
– Transportadoras e armazéns;
– Empresas de telemarketing;
– Petshops;
– Deliverys;
– Supermercados, mercados e padarias;
– Limpeza pública;
– Postos de combustível.

TERÃO DE FECHAR AS PORTAS:
– Bares;
– Restaurantes;
– Cafés;
– Casas noturnas;
– Shopping centers, galerias, lojas de comércio em geral (desde que não se enquadrem nos ramos essenciais descritos acima);
– Academias e centros de ginástica;
– Espaços para festas, casamentos, shows e eventos;
– Escolas públicas ou privadas.
*Bares, cafés e restaurantes podem manter o funcionamento em sistema de delivery e/ou drive thru.

você pode gostar também Mais do autor