AMAPET INICIOU O PROCESSO DE CASTRAÇÃO DE CÃES E GATOS

A Prefeitura Municipal de Iacanga, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (AMA), iniciou há um mês, castrações em cães e gatos na AMAPET, o local que será inaugurado oficialmente em breve, fica localizada na na Casa de Agricultura, na Avenida Laemert Garcia dos Santos, 487, no centro. O projeto idealizado pelo prefeito Ismael Boiani já castrou mais de 100 animais em 30 dias e visa reduzir a quantidade de animais de rua na cidade.

Segundo o gestor municipal, a ideia é de que em um ano e meio não haja nenhum animal abandonado nas ruas de Iacanga. “Sabemos da importância, principalmente no lado da saúde humana e dos pets. Decidimos criar este projeto, para que possamos diminuir a quantidade de procriação de animais no município”, frisa Boiani.

A partir deste ano, os moradores poderão levar seus pets para serem castrados. A médica veterinária e Secretária da AMA, Cinthya Marana realiza o processo de castração. De primeiro momento, as operações serão realizadas apenas em gatos e cachorros fêmeas. Pois, Marana frisa que os cães entram no cio de 6 em 6 meses e os felinos a cada 90 dias.

De acordo com a AMA, os interessados em castrar os animais terão que comparecer a sede da AMAPET, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11 horas, para se inscrever, onde passará por uma avaliação, ao ser confirmado a aprovação, funcionários da Secretaria de Agricultura entrarão em contato para agendar a castração.

Os critérios para aprovação cita que os responsáveis pelos animais deverão estar inseridos em programas sociais (Bolsa Família; Minha Casa, Minha Vida; Carteira do Idoso. entre outros), família de baixa renda ou protetores de animais, que deverão comprovar através de questionário aplicado. O solicitante da castração também deverá levar RG, CPF, comprovante de renda e endereço.

A Secretária da AMA, frisa que o projeto também visa conscientizar a população. “Sabemos da quantidade de animais nas ruas de nossa cidade, para isso, o AMAPET não é apenas para castração, mas também de conscientização dos munícipes para que ajudem a prefeitura a reduzir a quantidade de cães e gatos abandonados”, declara Marana.

você pode gostar também Mais do autor