CMDCA COMUNICA QUE CANDIDATOS A CONSELHEIRO TUTELAR NÃO PODEM REALIZAR CAMPANHA ELEITORAL ANTES DO PERÍODO ESTABELECIDO

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente do Município de Iacanga (CMDCA), presidido por Carlos Alberto da Silva Bueno, comunica que os candidatos inscritos para o Processo de Escolha de cinco candidatos membros titulares e suplentes ao Conselho Tutelar do Município de Iacanga, para a gestão 2020-2024, não devem e não podem realizar a campanha eleitoral antes do prazo estipulado, que é de 5 julho a 2 de outubro.

“Os candidatos inscritos no processo de escolha não estão autorizados a fazer campanha antes do período estipulado. Se tiver alguma denúncia iremos averiguar os fatos e a Comissão Especial poderá eliminar esse indivíduo”, frisa Bueno.

Também é vedado a doar, oferecer, prometer ou entregar ao eleitor bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza, inclusive brindes de pequeno valor.

Os conselheiros tutelares serão eleitos na forma direta, por meio de votação secreta e facultativa, pela população local, coordenada pela Comissão Especial do Processo de Escolha, e fiscalizada pela Promotoria de Justiça, que atua perante o Juízo da Infância e Juventude, da Comarca de Iacanga.

você pode gostar também Mais do autor