IACANGA INICIA CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO NA SEDE DO FUNDO SOCIAL

Numa parceria entre Prefeitura, Câmara de Vereadores e Justiça Eleitoral, começou na tarde de hoje na sede do Fundo Social de Solidariedade de Iacanga, que fica acima do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), o serviço de cadastramento biométrico obrigatório aos mais de 5.000 eleitores iacanguenses.

Com isso, os eleitores que ainda não fizeram o cadastro no cartório eleitoral de Ibitinga podem procurar o Fundo Social, na Avenida das Primaveras, nº 540, de segunda a sexta-feira, das 10h as 17h. O funcionamento do serviço em Iacanga é por tempo indeterminado.

A vinda do posto eleitoral ao município teve a colaboração do presidente da Câmara Municipal, Rogério Tibilô, que realizou o pedido junto a Justiça Eleitoral.

O cadastramento biométrico é obrigatório para os eleitores de Iacanga. Por isso, quem não fizer a biometria terá o título de eleitor cancelado e não poderá votar nas eleições municipais de 2020. Com o cancelamento, o eleitor também não poderá se inscrever em concurso público, obter passaporte ou CPF e renovar a matrícula nos estabelecimentos de ensino, entre outras restrições.

Para o cadastro, é necessário apresentar documento de identidade (RG ou outro documento oficial com foto), CPF e comprovante de endereço recente.

A biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. Acoplado à urna eletrônica, o leitor biométrico confirma a identidade de cada pessoa por meio das impressões digitais, que são armazenadas no banco de dados da Justiça Eleitoral e transferidas para as urnas eletrônicas.

você pode gostar também Mais do autor