Dia do perdão: prefeitura aderiu à campanha violeta

Com o objetivo de promover a reflexão ao perdão, seu benefício à saúde, ao bem-estar, e consequentemente a paz, que a Lei Federal 13.437/2017 instituiu o dia 30 de agosto como o Dia do Perdão. Centenas de cidades pelo País aderiram à iniciativa e Iacanga também participa. 

A data lembra a morte do garoto Ives Ota, sequestrado e assassinado brutalmente, em 30 de agosto. Na manhã de 29 de agosto de 1997, o menino Ives Yoshiaki Ota, de apenas oito anos, foi sequestrado em casa, na zona leste de São Paulo. Por ter reconhecido um dos criminosos, que era policial militar e fazia bico como segurança em uma loja da família, o garoto foi morto na madrugada do dia seguinte, com dois tiros no rosto. Mesmo depois da execução, os bandidos continuaram negociando o resgate. Os três envolvidos no caso foram condenados.

Com a tragédia seus pais se mobilizaram na fundação do Instituto Ives Ota, que orienta e acolhe famílias vitimas de violência. A cor “violeta” símbolo da campanha foi adotada para representar a transformação, remetendo à purificação e a cura nos níveis físicos. 

A prefeitura de Iacanga como forma de despertar a população para a importância do tema está utilizando neste período a cor  violeta para iluminar o Cristo no acesso à cidade e colocou um adereço da campanha na entrada principal à prefeitura.

A Secretaria Municipal de Educação também fará uma movimentação especial amanhã: estão programadas duas caminhadas com alunos das escolas municipais Joaquim Caldas de Souza e José Ferraz de Souza.

Cerca de 320 alunos do ensino fundamental II (6º ao 9º ano) da Joaquim Caldas de Souza participarão de caminhada até o Cristo Redentor onde haverá uma serie de comemorações, como o abraço ao monumento religioso e a soltura de bexigas. Às 10 horas, será a vez de 184 alunos da Escola José Ferraz de Souza aderir à caminhada do estabelecimento de ensino até o Lago Municipal onde a Secretária Municipal de Educação programou comemorações à data.

A Secretária Municipal de Educação, Gilda de Oliveira Santos e o vereador Dorinho, que representa a família Ota no município, estão à frente deste movimento que busca a conscientização para os objetivos que a data preconiza tendo como base o perdão.

Reconstruindo uma nova Iacanga

Administração: 2017/2020

você pode gostar também Mais do autor